Assistência Social faz campanha contra abusos e exploração sexual de crianças e adolescentes

 17/05/2022 15:55

COMPARTILHAR

Assistência Social faz campanha contra abusos e exploração sexual de crianças e adolescentes
Assistência Social faz campanha contra abusos e exploração sexual de crianças e adolescentes

A Secretaria de Governança de Assistência Social de Coronel Fabriciano realiza neste mês uma campanha para alertar as pessoas sobre a violência sexual contra crianças e adolescentes no município. A data, 18 de maio, é marcada como Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra crianças e adolescentes. A secretaria organizou uma série de blitzen educativas com o apoio da Polícia Militar e Conselho Tutelar.

 

Nesta quarta-feira, às 9h30, acontece a caminhada saindo da praça do antigo barrilzinho até a Praça da Estação.

 

A secretária de Governança de Assistência Social, Letícia Godinho, lembra que a pandemia deixou crianças e adolescentes ainda mais vulneráveis ao crime de abuso e exploração. “O isolamento social, a suspensão das aulas e a ausência de convívio fez aumentar o número de casos em todo o Brasil”, disse. O momento, segundo Letícia, “é de envolver a comunidade pois há certo tabu envolvendo os crimes sexuais e as famílias não tem como hábito conversar abertamente sobre sexualidade com as crianças o que faz com que essas se tornem ainda mais vulneráveis.”

 

A campanha deste ano mantém como tema “Proteja nossas crianças e adolescentes. Se suspeitar de abuso ou exploração sexual, denuncie!”

 

COMO PROTEGER AS CRIANÇAS DE ABUSOS SEXUAIS?

Conversando. Ensine ao filho os nomes de suas partes íntimas e explique quem, como e quando pode tocá-las.

 

ENSINAR A RESISTIR

Ensine a criança que ela pode e deve dizer NÃO quando alguém lhe vier com propostas indecentes e fora do normal. Oriente a não aceitar presentinhos de estranhos como balas, brinquedos, promessas de diversão, troca de carinhos por dinheiro ou guloseimas e outras estratégias usadas pelos abusadores para atrair a criança.

 

CONQUISTAR A CONFIANÇA

Faça com que a criança se sinta segura com você e tenha coragem de conversar sobre qualquer assunto. É importante não reprimir e deixar a criança se abrir. Pedir segredo é uma estratégia dos abusadores.

 

COMPORTAMENTO

A vítima de abuso tem tendência a se isolar, mudar o comportamento e ter irritabilidade, pesadelos e resistência à escola. Ligue o alerta se ela demonstrar rejeição a algum adulto próximo.