Secretaria de saúde de Fabriciano realiza gincana contra as arboviroses

 05/05/2022 17:28

COMPARTILHAR

Secretaria de saúde de Fabriciano realiza gincana contra as arboviroses
Secretaria de saúde de Fabriciano realiza gincana contra as arboviroses

A Secretaria de Governança da Saúde em parceria com o Programa Mexa-se realiza na cidade uma grande gincana envolvendo os polos do programa e mobilizando Coronel Fabriciano contra as arboviroses (Dengue, Zika e Chicungunya). O lançamento oficial do evento é neste sábado, às 08h30, na antiga praça do Barrilzinho, mas desde segunda-feira as equipes cadastradas já vasculham lotes, casas, terrenos baldios, e fazem parcerias com os moradores para separar recicláveis e outros objetos que acumulam água. Esta é uma das principais provas da gincana e que conta muitos pontos para a equipe participante.

 

A Gincana Mexa-se contra o mosquito está na segunda edição. A primeira foi em 2019. Por causa da pandemia do coronavírus, o evento ficou suspenso por 2 anos. A Gerente de Vigilância em Saúde, Vânia Tavares, diz que a iniciativa foi muito bem sucedida e que por isso está sendo reeditada. “A gente conseguiu mobilizar a população e levar a mensagem principal que é combater o mosquito Aedes Aegypti. Por meio da gincana, os moradores se sentem motivados e abraçam a nossa causa”, disse.

 

O Programa Mexa-se, implantado na cidade em 2018, é o grande parceiro da saúde na realização da gincana. Por estar próximo da população, com 16 polos espalhados pela cidade, o programa consegue mobilizar mais pessoas e gerar consciência entre os participantes. O responsável pelo programa, Jaime Tolentino, explica que a motivação e a autoestima são missões diárias do programa e que vão além da atividade física. “Nossos polos praticam cidadania. Nós reformamos quadras, limpamos calçadas, pintamos espaços públicos e combatemos doenças. Os cidadãos que se inscrevem no programa sabem das nossas rotinas e passam a pensar na cidade como um todo. Eles adoraram a gincana e já estão cumprindo suas tarefas”, disse.

 

Nesta semana uma grande quantidade de recicláveis e objetos que armazenam água foram recolhidos e contados. Uma equipe de servidores dos departamentos de Endemias e Limpeza Urbana cuida da contagem e do recolhimento. Tudo é anotado e pontuado para a equipe responsável.

 

A Gerente de Limpeza Urbana, Thayse Rievert, lembra que a ação também reflete diretamente na limpeza da cidade e gera resultados econômicos. “Isso reflete até nos cofres públicos, pois retira uma grande quantidade de inservíveis do lixo.”, diz.

 

O perigo das arboviroses

 

Coronel Fabriciano trava uma grande batalha contra as arboviroses e tem conseguido vitórias importantes. Desde 2017, os índices de infestação de larvas do mosquito têm sido mantidos sob controle. No último LIRAA (Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti), feito em fevereiro deste ano, o índice ficou em 3,2%. Entre 1% e 3,9%, a situação é de alerta. Acima de 3,9% o quadro é de risco grave para as doenças.

 

A cada LIRAA, um batalhão de combatentes entra em ação eliminando os focos de larvas e mosquitos apontados no levantamento. O tratamento focal e localizado ajuda no controle de casos nos bairros onde a incidência é maior, evitando que o mosquito se espalhe pela cidade. Além das ações pontuais, o setor de Endemias conta com o fumacê e o mutirão de limpeza nas casas com apoio da Gerência de Limpeza Urbana. A limpeza de córregos e do Ribeirão Caladão é outra ação desenvolvida pela Secretaria de Governança de Obras e Serviços Urbanos que contam pontos na batalha contra os mosquitos. As famosas nuvens de pernilongos, comuns em anos anteriores, praticamente não existem mais graças ao serviço da administração.

 

Confira a cartilha com as regras da II Gincana Mexa-se contra o Mosquito