Centro de Referência em Sintomas Respiratórios de Fabriciano já atendeu mais de 1.600 pacientes

 14/01/2022 16:05

COMPARTILHAR

Centro de Referência em Sintomas Respiratórios de Fabriciano já atendeu mais de 1.600 pacientes
Centro de Referência em Sintomas Respiratórios de Fabriciano já atendeu mais de 1.600 pacientes

Mais de 1.600 pessoas já passaram pelo Centro de Referência em Sintomas Respiratórios implantado pela Prefeitura de Coronel Fabriciano no último dia 7/1. O balanço é da Secretaria de Governança da Saúde, que reitera a importância das pessoas buscarem o serviço apenas se apresentarem sintomas gripais.

 

 O serviço funciona na Rua José Maria Magalhães, 209, Centro (antigo Centro Covid) com atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. No Centro de Referência são oferecidos serviços de acolhimento, atendimento médico e de enfermagem, medicação e exames para detecção do tipo de vírus, caso necessário. O atendimento é gratuito e por demanda livre. 

 

A iniciativa visa garantir o correto atendimento, acompanhamento e encaminhamento de pacientes com suspeita da doença, conforme os casos.

 

A gerente de Atenção Básica, Tatiana Cunha, destaca que o objetivo do município é proteger a população e oferecer um atendimento de qualidade. No entanto, a profissional alerta que o serviço tem sido buscado por um grande número de pessoas que não estão com quadro gripal ou com outra finalidade, como, por exemplo, realização de teste rápido para influenza ou Covid-19 ou vacinação.

 

“O Centro de Referência foi criado exclusivamente para atender casos de síndrome gripal. Para todas as outras demandas, a população pode procurar a Unidade Básica de Saúde de referência, mais próxima de sua casa. Quando a pessoa não está gripada e busca o Centro, ela se coloca em situação de risco e acaba por se expor sem necessidade ao vírus já que terá contato com pacientes que realmente estão doentes”, orienta gerente de Atenção Básica.

 

COMO SE PREVENIR?

Os cuidados para evitar o vírus da Influenza são os mesmos:

- use máscara e mantenha distanciamento social;

- higienize as mãos com frequência;

- alimente-se bem e faça hidratação;

- não compartilhe itens de uso pessoal, como toalhas, copos, talheres e travesseiros.